dicas (2)

Limpeza do veículo

Para preparar o veículo para adesivação é necessário uma lavagem completa em um lava car de sua preferência, e após a secagem é feita um limpeza com um desengraxante especial para retirar possíveis gorduras existentes na pintura do veículo.

Lavagem após aplicação

É recomendado que não utilize equipamento de alta pressão e produtos químicos, somente sabão neutro e desengraxante.

Até quanto é permitido adesivar um carro?

Muitas empresas costumam adesivar seus carros para padronizar a frota ou fortalecer anúncios e divulgações. Há também motoristas que apenas querem estilizar seus carros, customizando com adesivos e pinturas. Entretanto, é preciso ficar atento em até quanto um veículo pode ser modificado.

O carro pode ter até 50% da cor de sua área externa alterada, mais do que isso o proprietário deve registrar a nova cor no Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Isto porque, mais da metade do carro adesivado modifica as características do modelo, registradas no documento de licenciamento.

Não cumprir esta exigência isto é uma infração grave, com multa de aproximadamente R$127,69. Além disso, o automóvel pode ser recolhido ao pátio do Detran, sendo liberado somente após a regularização. Também anúncios e pinturas nos vidros das laterais e traseira dos carros devem seguir uma regra: a visibilidade precisa ser de no mínimo 50% de dentro pra fora do veículo.

O adesivo não oferece danos à pintura do carro e para retirar basta utilizar um removedor do material. Porém, há uma variável: caso não seja a pintura original do veículo e o adesivo tenha sido aplicado de forma mal feita, ao removê-lo há o risco de estragar a pintura.

Uma dica que vale para todos é: tanto para aplicar o adesivo como para remover, procure por bons profissionais, que possam realizar o serviço com qualidade garantida. E na dúvida, antes de fazer qualquer alteração em seu automóvel, especialmente na parte externa, procure o Detran para verificar o que é, ou não, permitido.

ENVELOPAMENTO – Atenção, adesivar um carro é bem diferente de envelopar o veículo. O envelopamento é quando é aplicada uma película adesiva sobre todo o automóvel, e não apenas uma parte.

O veículo envelopado acaba tendo sua pintura prolongada por estar protegida dos raios ultravioleta, arranhões e riscos causados por leves batidas ou objetos finos. Entretanto, a regra é a mesma no caso dos adesivos: quando mais do que 50% da cor de sua área externa for alterada, o proprietário deve registrar a modificação no Detran. Ou seja, um carro preto, envelopado na cor preta, não precisa da autorização para circular, mas um carro verde, envelopado de preto, sim

Documentação Detran

Se seu carro for preto e você quiser adesivar de preto fosco nada precisa ser feito, pois o que consta no documento é somente a cor predominante e não brilhante ou fosco.

Mas se você quiser adesivar um carro de qualquer outra cor para preto fosco a mudança de documentação se torna obrigatória.

Existem duas formas de fazer a alteração. A primeira é procurar um despachante e deixar sob sua responsabilidade. A segunda opção é efetuar você mesmo a alteração junto ao departamento de Trânsito de sua cidade.

Veja as informações no site do DETRAN.
http://www.detran.pr.gov.br/modules/catasg/servicos-detalhes.php?tema=veiculo&id=35

No Site do CONTRAN encontra-se na resolução Nº 292/08 – Artigo 14 que diz:
Art 14. Serão consideradas alterações de cor aquelas realizadas através de pintura ou adesivagem em área superior a 50% do veículo, excluídas as áreas envidraçadas.

Parágrafo único: será atribuída a cor fantasia quando for impossível distinguir uma cor predominante no veículo.